Geral

Cruzeiro massacra La U, espanta pressão e assume vice-liderança do Grupo 5 da Libertadores

O Cruzeiro espantou a pressão causada pelo mau começo na Copa Libertadores e atropelou a Universidad de Chile com goleada por 7 a 0 na noite desta quinta-feira, no Mineirão, pela quarta rodada do Grupo 5. Os gols foram marcados por Thiago Neves (2), Rafinha, Sassá (2), Arrascaeta e Rafael Sobis. Foi o placar mais dilatado aplicado pela equipe azul na competição continental. Em 3 de fevereiro de 2010 também houve um triunfo por 7 a 0, sobre o Real Potosí, pelo confronto de volta da primeira fase do torneio.
Por incrível que pareça, não seria estranho se o Cruzeiro fizesse oito, nove ou 10 gols, tamanha foi a superioridade demonstrada no confronto. De tão desconcertada em campo, a La U teve os zagueiros Vilches e Echeverría expulsos por causa de faltas cometidas em Arrascaeta.
Com o grande resultado em casa, a Raposa quebrou jejum de três partidas sem balançar a rede e assumiu a vice-liderança da chave, com cinco pontos e cinco gols de saldo. Já a Universidad caiu para o terceiro lugar, também com cinco pontos, porém em desvantagem no saldo (seis gols negativos).
Na próxima quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro visitará o Vasco em São Januário e poderá encaminhar a classificação às oitavas da Libertadores em caso de vitória. A Universidad de Chile, por sua vez, terá compromisso complicado contra o Racing, às 19h15 de quinta-feira, no El Cilindro, em Avellaneda.
Antes, porém, a equipe do técnico Mano Menezes pegará o Internacional no domingo, às 19h, no Beira-Rio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Em dois jogos, o Cruzeiro perdeu para Grêmio e Fluminense, ambos por 1 a 0.

Sobre o Autor

Redação

Adicionar Comentário

Clique aqui para publicar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONDOMÍNIO SEM SITE ?

SOBRE NÓS !

Prestadores & Fornecedores

Condomínio Sem Site ?